Dicas para quem quer viver na Alemanha

A Alemanha é um país de muitas oportunidades que oferece qualidade de vida e segurança. Mas quem quer viver aqui precisa se preparar para evitar surpresas e aproveitar ao máximo o que o país tem a oferecer. Aqui 5 dicas para quem quer viver na Alemanha:

1. Aprenda alemão

Sim, parece óbvio, mas extremamente necessário. Se você pretende viver na Alemanha, falar alemão vai te abrir muitas portas e mudar completamente a sua experiência morando aqui. 

“Mas eu vou morar em uma cidade grande e lá muita gente fala inglês…”

Sim, em cidades como Berlim e Hamburgo há uma quantidade grande de estrangeiros que se comunicam basicamente em inglês (principalmente no trabalho), mas estão limitados ao contato com outros estrangeiros e acabam vivendo em uma Alemanha bastante limitada. 

2. Pesquise muito sobre as cidades que te interessam

Informação nunca é demais. Pesquise o quanto puder sobre as cidades que te interessam: custo de vida, clima, transporte público, localização, oportunidades de emprego. Enfim, tudo o que você precisa saber para viver na Alemanha. O custo de vida por exemplo pode variar muito de cidade para cidade, assim como as oportunidades de trabalho e por aí vai.

Há sites como o Expatistan, onde você pode comparar o custo de vida da sua cidade com uma cidade da Alemanha, além de vários blogs e canais do Youtube que falam sobre a vida na Alemanha (pesquise por exemplo: “custo de vida em Berlim”, “trabalho em Munique”, etc.)

3. não tenha medo do frio, mas se prepare pra ele

Ao contrário do que muitos pensam, o frio na Alemanha não é extremo, se comparado a outros países como Noruega, o norte da Rússia e até mesmo os EUA, que tem nevascas muito mais fortes do que a Alemanha. 

Mesmo assim, o frio daqui pode ser pesado para brasileiros que não estão acostumados com baixas temperaturas. Mas como se diz aqui na Alemanha:

“Não existe tempo ruim, o que existe é roupa inadequada”

Uma dica é comprar roupas de inverno aqui na Alemanha, já que as vendidas no Brasil não são adequadas ou são muito caras. Aqui você pode encontrar roupas de inverno por preços acessíveis. Além disso, as casas, lojas, cafés, restaurantes, e até o transporte público tem aquecimento, Ou seja, casacos e luvas você só vai usar na rua. 

4. Economize dinheiro

Para quem sai do Brasil, um dos maiores impactos ao vir para a Alemanha são os custos mensais. Não que o custo de vida na Alemanha seja muito alto, mas para quem até então ganhou em Reais e passa a pagar contas em Euro, a diferença pode ser grande. 

Alguns vêm para cá com um trabalho já garantido, ou estudantes que receberão uma bolsa. Nesses casos, dá pra respirar um pouco mais aliviado, mas mesmo assim é importante ter uma reserva para qualquer emergência.  

Para quem não tem trabalho garantido nem bolsa, a dica é economizar o máximo possível e já tentar encontrar um trabalho desde o início. Aí do Brasil você já pode se candidatar a vagas pelo LinkedIn na cidade de destino. Para estudantes, vale a pena procurar Jobs em restaurantes e cafés.  

5. Procure uma moradia

Em grandes cidades como Berlim e Hamburgo, encontrar uma moradia atualmente é uma tarefa bastante difícil. Quem vem para a Alemanha a trabalho, geralmente tem ajuda da empresa para encontrar um lugar para morar. Estudantes também contam com moradias estudantis oferecidas por universidades, embora o número de vagas seja limitado.

Para os demais, a dica é começar a busca ainda estando no Brasil. Em sites como ImmoScout24 você já pode fazer suas buscas aí do Brasil e contatar os proprietários ou locatários para uma visita assim que chegar na Alemanha. Quanto antes você puder ativamente ir atrás de uma moradia, melhor. Caso contrário, você pode ficar um bom tempo aqui pulando de hotel em hotel, o que pode sair bem caro. Um Airbnb também não vai sair barato se você precisar de um longo período.

dica extra: tenha um plano b

“Quem não tem um plano B, não tem plano nenhum”

Essa é uma das dicas mais valiosas que já recebi na vida, e que me ajudou muito nos meus mais de 10 anos aqui na Alemanha. Mesmo que todos os itens acima não sejam um problema, pode ser que você simplesmente não se acostume à vida na Alemanha. Ou ainda ache que não é exatamente o que você esperava. Nesses casos, é bom saber o que fazer para não ficar frustrado e achar que seu sonho de morar fora acabou. 

O seu plano B não precisa ser necessariamente voltar ao Brasil, mas talvez tentar algo em outro país europeu (ou de outro continente), já que você estará aqui e poderá por exemplo visitar outros países, fazer novos contatos e descobrir o que pode ser mais atrativo para você e suas necessidades. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s