Como economizar ao visitar a Alemanha

A Alemanha é o 8° país mais visitado do mundo, recebendo em média 39 milhões de turistas todo ano (13 milhões só em Berlim)*. Além de sua cultura e culinária típicas, o país oferece inúmeros monumentos e locais históricos que atraem gente do mundo todo. 

O número de brasileiros vindo a turismo para a Alemanha também não para de crescer. E como no momento o Real está bem desvalorizado em relação ao Euro, saber economizar vai fazer toda a diferença na sua viagem aqui. 

A seguir, dicas de como você pode economizar muitos Euros em sua viagem pela Alemanha.

Acomodação

A maioria dos turistas reservam hotéis nos centros das cidades. Essas regiões turísticas são também geralmente as mais caras. Portanto, a dica é: não reserve seu hotel no centro. 

Ah, mas voce quer que eu me hospede na periferia? Como assim?

Calma, não é bem assim. Em primeiro lugar, você estará na Alemanha, não no Brasil. Estar fora do centro não significa estar em uma área perigosa, precária ou como queira definir. As conexões de transporte em geral são muito boas e até em grandes cidades como Berlim e Munique você consegue em 30 minutos chegar a qualquer ponto da cidade. 

Portanto, verifique os bairros próximos ao centro e certamente encontrará preços mais acessíveis. Como bônus você ainda tem a oportunidade de conhecer um bairro que talvez não seja muito visitado por turistas, e pode vivenciar um pouco da vida local fora dos pontos turísticos conhecidos. 

Quer economizar ainda mais? Em lugar de um hotel alugue um quarto em um hostel. Sim, hostels também tem quartos para casais e podem sair bem mais baratos que um hotel convencional.

Photo by George Pak on Pexels.com
Comida

Dica universal: coma na rua. Sim, vai ser legal visitar alguns restaurantes e provar um ou outro prato mais elaborado, mas para o dia-a-dia da sua viagem a comida de rua é o mais prático e barato que você vai encontrar. Os lanches de rua podem custar de 2,50 a 6 €, dependendo da região. 

Aproveite que a maioria dos hotéis oferecem café da manhã e faca na rua mais uma refeição à tarde. Toda grande cidade alemã terá barracas de Doner Kebab, Falafel e afins, além de pizzarias baratas. 

Quer economizar ainda mais? Vá a um supermercado e compre produtos necessários para fazer lanche: pão, frios, etc. Leve os lanches com você na mochila e coma nas pausas durante o dia. E não se preocupe: abrir a mochila e tirar um lanche pra comer é super normal na Alemanha. 

Photo by Alesia Kozik on Pexels.com
transporte

Isso vai depender muito do seu roteiro, mas se você pretende fazer o básico: visitar pontos turísticos, centro histórico, etc, você provavelmente não vai precisar comprar tickets para o transporte público. Em grandes cidades como Berlim, Munique e Hamburgo as principais atrações e o centro histórico não são tão distantes umas das outras. Sim, talvez você precise uma vez ou outra comprar um ticket unitário para visitar um lugar um pouco fora do roteiro, mas tickets semanais acabam sendo um gasto à toa. 

Em lugar disso, alugue uma bicicleta (fora do inverno, claro). Essa também é uma oportunidade de você se locomover pelas cidades como boa parte dos habitantes fazem: de bicicleta.

trajeto entre cidades

Se você pretende se deslocar de uma cidade a outra dentro da Alemanha, reserve tickets o mais cedo possível. Quanto mais cedo, menores os preços. Os sites são os seguintes:

Deutsche Bahn (Trens)

Flixbus (onibus)

Viajando de ônibus, aproveite os que fazem a viagem durante a noite (para longos trajetos). Assim, você economiza também uma estadia de hotel. 

E avião? Bom, voar nem sempre vai ser a opção mais rápida e barata. Pense no tempo que você vai levar para chegar ao aeroporto (e no custo disso), check-in e embarque, depois chegar em outra cidade e se deslocar até o centro (e isso também custa)…

Photo by Markus Winkler on Pexels.com
Museus e afins

A Alemanha tem museus excelentes e visitar alguns deles vai valer muito a pena. Mas…seja sincero com você mesmo: o que te interessa? O que você quer ver de fato? Não adianta querer ir num museu de história se você não se interessa por isso, mas só porque todo mundo vai. Procure na cidade algum museu que seja mais próximo do seu interesse e faça uma visita. 

Além disso, em muitas cidades como Berlim a história está na rua ao ar livre (East Side Gallery, por exemplo, a maior galeria ao ar livre do mundo!). Procure outros programas gratuitos ou muito baratos feitos para turistas como você, que querem conhecer a cidade mas sem gastar muito dinheiro.

Berlim

Munique

Hamburgo

Colonia

Photo by XU CHEN on Pexels.com

Fonte:

WorldAtlas – The world`s most visited countries

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s